Rabino-Chefe: DIA DE JEJUM NESTA QUARTA-FEIRA

ME SIGA NO INSTAGRAM

O rabino-chefe David Lau pediu aos judeus que observem um dia de jejum na próxima semana em resposta à crescente epidemia de coronavírus.

Em uma carta aberta ao público, ele escreveu:

“Este é um tempo de angústia para [os filhos de] Jacó (Jeremias 30, ed.).

“O povo judeu está sofrendo, assim como o mundo inteiro.

“Neste momento, devemos nos empenhar na busca da alma. Como judeus crentes, sabemos que a Mão da Providência está por trás disso e que isso nos diz algo, Nossos Sábios disseram: ‘O homem não levanta um dedo na terra, a menos que foi decretado nos céus.

“A situação é grave. Sentimos a espada flamejante em todo o mundo e, neste momento, além de completa obediência às linhas orientadoras das autoridades de saúde, também devemos tentar ser mais cuidadosos ao observar os mandamentos entre homem e homem, bem como entre o homem e D’us. “

O rabino-chefe anunciou: “Na quarta-feira desta semana, será a véspera do mês de Nisan. Segundo o rabino Yehoshua, em Nisan, o mundo foi criado, para que seja a véspera do ano novo, um dia de oração. Peço que qualquer pessoa que seja capaz de, faça jejum, mesmo por meio dia, e quem tiver dificuldade em jejuar ou um problema de saúde deve se abster de falar (chamado de “jejum de silêncio”). , ed.) “

No serviço da tarde de quarta-feira, o rabino-chefe disse recitar o “selichot”, orações pelo Yom Kippur Katan, que tem sido a maneira como os judeus pedem salvação desde os tempos antigos. Ao orar sozinho, ele acrescentou, os 13 Atributos de D’us, que fazem parte da oração, devem ser cantados como se fossem lidos no rolo da Torá.

O rabino-chefe terminou sua carta com a oração sincera: “E que nosso D’us benevolente ouça nossas orações e responda a elas, libertando-nos de todos os duros decretos, salvando, com Suas abundantes méritos, Seu povo de Israel e as pessoas necessitadas do mundo. sobre.”

Traduzido do Arutz7

%d blogueiros gostam disto: