Atenção Siga-nos no Instagram SIGA-NOS

Mundo Judaico

Por que a mulher judia tem que cobrir o Cabelo?/ Por que peruca?

2 Mins read

PERGUNTA

Eu ouvi um palestrante falando sobre shaitels (perucas em Ydish). Ele disse como é irônico que mulheres judias praticantes usem perucas. No judaísmo bíblico, a regra era que as mulheres casadas deveriam cobrir o cabelo para serem recatadas e pouco atraentes. Em tempos mais recentes, as mulheres usam perucas, que às vezes são mais atraentes do que cabelos naturais. Portanto, usar uma peruca acaba com todo o propósito de cobrir o cabelo! Ele estava dando isso como um exemplo de como as culturas esquecem as razões por trás de suas tradições antigas, e os costumes podem evoluir de uma maneira que contradiz sua intenção original. Você tem algum comentário?

Responda:
Esse palestrante não só confundiu peruca com cabelo real, mas também confundiu o verdadeiro pudor com sua própria versão. Ele iguala modéstia com falta de atrativos, mas essa é a sua definição, não a do judaísmo. Do ponto de vista judaico, a modéstia nada tem a ver com ser pouco atraente. Em vez disso, a modéstia é um meio de criar privacidade. E é isso que uma peruca consegue.

A MODESTIA NÃO TER NADA HAVER COM NAO SER ATRAENTE!

A cobertura de cabelo nunca teve a intenção de fazer uma mulher casada parecer feia. A beleza é um presente divino, e a tradição judaica encoraja tanto homens quanto mulheres a cuidar de sua aparência e sempre estar apresentáveis. A tradição judaica também incentiva a modéstia; não para diminuir nossa beleza, mas sim para canalizar nossa beleza e atratividade para que seja guardada para onde pertence – dentro do casamento.

Cobrindo o cabelo, a mulher casada declara: “Não estou disponível. Você pode me ver, mas não estou aberta ao público. Até meu cabelo, a parte mais óbvia e visível de mim, não é para seus olhos.

OS EFEITOS DE USAR UMA SHAITAL (PERUCA)

A cobertura do cabelo tem um efeito profundo no usuário. Isso cria uma barreira psicológica, uma distância cognitiva entre ela e estranhos. Sua beleza se torna visível, mas imperceptível; ela é atraente, mas indisponível.

A peruca alcança exatamente o efeito desejado, pois uma peruca permite que a mulher cubra todo o cabelo, mantendo sua aparência atraente. Ela pode se orgulhar de sua aparência, sem comprometer sua privacidade. E mesmo que sua peruca pareça tão real a ponto de ser confundida com cabelo natural, ela sabe que ninguém está olhando para ela de verdade. Ela criou um espaço privado e só ela decide quem deixar entrar nesse espaço.

Talvez em outras religiões a modéstia e a beleza não se misturem. Esta não é a visão judaica. A verdadeira beleza, a beleza interior, precisa de modéstia para protegê-la e permitir que floresça.

Related posts
HIstóriaIsraelJerusalémJudaísmoJudéia & SamariaMundo JudaicoNotícias

Símbolo da dinastia davídica encontrado em Jerusalém: descoberta única na vida

4 Mins read
Eles não esperavam encontrar nada tão especial quando começaram a cavar perto do que agora é o calçadão Armon Hanatziv Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
AntissemitismoEUAMundoMundo JudaicoNotíciasTerrorismo

A sinagoga da Árvore da Vida de Pittsburgh avança com planos de reconstrução

1 Mins read
“Temos o desejo de fazer algo novo – não estamos apagando nada, mas precisamos olhar para o futuro” Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
GeralMundo Judaico

População judaica mundial 14.410.700, mas 80% desconectada

2 Mins read
NIS 20 milhões a serem alocados para ajudar pequenas comunidades judaicas. Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Power your team with InHype

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: