Atenção Siga-nos no Instagram SIGA-NOS

Camila Ya'akov

O Mito da Coexistência

3 Mins read

Por:David Collier
Tradução: Camila Ya’akov

Jerusalém, capital de Israel. [Disponível em Gihon]

Quando as pessoas dizem que o povo judeu viveu [em paz] junto com muçulmanos e cristãos antes do sionismo — é uma distorção horrível da verdade. É uma mentira que molda a opinião das pessoas de tal maneira que elas nunca podem ver a imagem real.

Por todo o Oriente Médio e Norte da África, haviam restrições sobre como os judeus poderiam praticar o judaísmo. Os judeus foram excluídos de certos empregos e lhes era negado cidadania.

Houve também conversões forçadas, massacres e destruição de propriedades.

Uma lista ‘curta’ apenas do século XIX:

  • 1800 Iêmen: órfãos judeus forçados a receber educação islâmica
  • 1805 Argélia: 200–500 judeus são massacrados
  • 1807 Marrocos: Massacre de judeus
  • 1811 Argélia: Chefe da comunidade judaica decapitado
  • 1811 Síria (descrição contemporânea): ‘há assustadoramente um exemplo de um judeu desfrutando das riquezas que ele adquire — essas pessoas são sempre decoladas no último momento’
  • 1815 Argélia: Oito judeus queimados em jogo
  • 1818 Argélia: massacre, 17 jovens judias raptadas
  • 1830 Argélia: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1834 Tzfat: Matança e estupro de judeus, queima de casas e sinagogas
  • 1834 Marrocos: Mulheres judias decapitadas publicamente por se recusarem a se converter ao Islã
  • 1838 Tzfat: Mais três dias de ataques à comunidade judaica
  • 1840 Damasco: libelo de sangue, notáveis judeus presos por sacrifício ritual. Comunidade judaica atacada
  • 1841 Oriente Médio (descrição contemporânea): “no leste os judeus estão expostos à crueldade, perseguição e opressão”.
  • 1844 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1847 Líbano: pogrom
  • 1847 Jerusalém: pogrom
  • 1848 Síria: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1850 Síria: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1850 Marrocos: Os judeus ainda tinham que andar descalços ao passar por uma mesquita
  • 1854 Jerusalém (descrição contemporânea): “Nada é igual à miséria e sofrimentos dos judeus em Jerusalém, turcos e árabes são seus mestres em todos os aspectos”
  • 1857 Tunísia: um judeu executado por insultar o Islã. A cabeça dele girou como uma bola. Judeus pagaram para recuperar a cabeça.
  • 1860 Irã: judeus acusados de ‘zombaria’ — alguns têm ouvidos e narizes cortados como punição
  • 1860 Egito: Judeus tornados apátridas
  • 1862 Líbano: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1863 Irã: Ataque aos judeus por ‘insultar’ o profeta Maomé
  • 1864 Marrocos: 500 judeus são massacrados
  • 1866 Irã: conversão forçada ao Islã, quando a pressão internacional intervém, uma multidão mata 18 judeus, queimando dois vivos
  • 1869 Tunísia: Pogrom. 18 judeus massacrados, casas, lojas e sinagogas queimadas
  • 1870 Argélia: ataques generalizados às comunidades judaicas
  • 1870 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1871 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1873 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1877 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1874 Líbano: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1875 Marrocos: 20 judeus mortos por uma multidão
  • 1875 Síria: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1876 Jaffa: pogrom
  • 1877 Egito: pogrom
  • 1880 Iêmen: situação tão ruim que milhares de pessoas, comunidades inteiras, caminharam para Jerusalém
  • 1880 Hebron e Jerusalém: restrições severas ainda existem (quando e onde o povo judeu poderia orar).
  • 1881 Argélia: Pogrom
  • 1882 Argélia: mais ataques às comunidades judaicas
  • 1882 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1890 Marrocos: judeus ainda sendo vendidos como escravos
  • 1890 Egito: pogrom
  • 1890 Síria: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1891 Egito: violento ataque de multidões contra comunidades judaicas
  • 1892 Irã: a fatwa é emitida se os judeus se recusarem a cumprir as ‘restrições judaicas’. Conversões forçadas ocorrem
  • 1892 Irã: 2 judeus mortos, os parentes que os procuraram também. Por favor, para uma investigação foram ignorados
  • 1847 Jerusalém: pogrom
  • 1896 Argélia: mulheres e meninas judias vendidas em praça pública.
  • 1897 Argélia: Sinagogas e lares judeus saqueados e pilhados
  • 1897 Líbia: Sinagogas são saqueadas e judeus são assassinados
  • 1898 Argélia: Motins anti-judeus
  • 1898 Tunísia: Motins anti-judeus

Ao discutir sionismo, BDS e qualquer acordo de paz futuro, esses fatos não são generalizados, violentos e opressivos para simplesmente ignorar ou pior ainda — fingir que nunca aconteceu?

Não aceite mentiras.

Você pode ler o texto original, em inglês, diretamente no perfil de David Collier, no Twitter:

Related posts
Camila Ya'akov

A questionável opinião de um editor do UAP

8 Mins read
Há algum tempo atrás, recebi um artigo no Albany Student Press com informações duvidosas. Aqui, mostro o motivo. Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Camila Ya'akov

Página "Sempre Freud" faz publicação antissemita e nega o Holocausto

2 Mins read
O autor, que tem uma página dedicada a um judeu célebre, ainda cita Jesus Cristo, outro judeu, ao final da postagem. Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Camila Ya'akov

E essa série aí? Conheça "Hunters", da Amazon

4 Mins read
Série da Amazon já ganhou diversos fãs e críticas. Mas afinal, do que se trata Hunters? Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Power your team with InHype

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: