Atenção Siga-nos no Instagram SIGA-NOS

AntissemitismoEuropaMundoNotíciasSegurançaTerrorismo

Julgamento de atirador da Sinagoga Halle começou semana passada na Alemanha

2 Mins read

Se condenado no próximo julgamento, ele provavelmente cumprirá uma sentença vitalícia.

Por: Jerusalem Post Staff
Tradução: Maduah

Flores e velas são vistas do lado de fora da sinagoga em Halle, Alemanha, 10 de outubro de 2019, depois que duas pessoas foram mortas em um tiroteio
(crédito da foto: REUTERS / FABRIZIO BENSCH)

>>> APRENDA HEBRAICO COM MADUAH CURSOS <<<

O julgamento do atirador neo-nazista responsável pelo tiroteio na sinagoga alemã em Yom Kippur, 2019 começou na semana passada, informou o The Algemeiner.

Stephan Balliet, 28 anos, foi acusado de assassinato e tentativa de assassinato pelo ataque da sinagoga em Halle, na Alemanha, em outubro do ano passado, se condenado no próximo julgamento, ele provavelmente cumprirá uma sentença vitalícia.

Após suas acusações em abril, o Jerusalem Post revisou a declaração de acusação, que dizia: “O acusado é suficientemente suspeito de assassinato em dois casos e tentativa de assassinato em vários casos, em detrimento de um total de 68 pessoas. Em dois casos de tentativa de assassinato, também é uma suspeita suficiente de danos corporais perigosos e tentativas de assalto que resultam em morte. ”

De acordo com a declaração do promotor, “Stephan B. planejou uma tentativa de assassinato de concidadãos da fé judaica com base em um sentimento anti-semita, racista e xenofóbico.”

Um manifesto que se acredita ter sido escrito pelo atacante foi postado on-line antes do tiroteio e distribuído por simpatizantes no Telegram. Escrito uma semana antes do tiroteio, o manifesto disse que seu objetivo era “matar o maior número possível de anti-brancos, como preferiam os judeus”.

O juiz que cobre seu caso é Ursula Merterns, com mais de 20 anos de experiência em casos de alto nível. Os promotores esperam que o próximo julgamento lance luz sobre as redes neonazistas com as quais Balliet se identificou.

“Para os sobreviventes, trata-se de descobrir como esse ato aconteceu”, disse Mark Lupschitz, advogado de nove das vítimas atingidas por Balliet, ao jornal Welt. “É importante para eles que os apoiadores do ataque sejam descobertos.”

Seu indiciamento de 123 páginas argumenta que seu objetivo era inspirar ataques imitadores contra outros alvos judeus e minoritários, segundo o The Algemeiner.

Em outubro, armado com oito armas de fogo e vários artefatos explosivos, Balliet tentou entrar na sinagoga em que 52 congregantes estavam orando, no entanto, ele foi barrado por uma pesada porta de madeira que ele tentou abrir, mas falhou.

Depois de não violar a porta, o atirador atirou em Jana Lang, 40 anos, que o repreendeu por ser barulhento perto da sinagoga durante os serviços de Yom Kipur.

O atirador foi até a loja de kebab nas proximidades, onde atirou e matou Kevin S., 20 anos, que trabalhava como pintor em um canteiro de obras nas proximidades e era fã do time de futebol local Halleschen FC.

Dentro de uma hora a polícia prendeu Balliet depois que ele bateu o carro na tentativa de fugir da cidade.

No mês passado, Balliet foi recapturado pelas autoridades alemãs depois de tentar escapar da prisão. Ele escalou uma cerca de 11 pés durante uma caminhada pela prisão, mas foi pego logo depois e levado de volta em custódia. Vários dias depois, ele foi transferido para uma prisão de segurança máxima.

Benjamin Weinthal, Rossella Tercatin e Marcy Oster, JTA contribuíram para este relatório.

>>> APOIE O MADUAH <<<

Related posts
MundoNotícias

Explosão gigantesca atinge Beirute, capital do Líbano

5 Mins read
Centenas de feridos em uma enorme explosão que atingiu a capital libanesa, segundo o ministro da Saúde do país. Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Ataque TerroristaIDFIsraelNotíciasSegurançaSíriaTerrorismo

Força de Defesa de Israel (IDF) impede ataque ao longo da cerca da fronteira com a Síria

3 Mins read
Uma célula de quatro homens atravessou a Linha Alpha em Israel e estava plantando bombas na cerca antes de ser atingida pelas forças aéreas e terrestres. Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
IsraelNotíciasPolítica

Tribunal israelense repreende filho do primeiro-ministro por assediar líderes de protestos

1 Mins read
Yair Netanyahu twittou os endereços e números de telefone de três homens que lideraram protestos contra a administração de seu pai. Todos… Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Power your team with InHype

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.

%d blogueiros gostam disto: