Israel tem a primeira morte por Coronavírus; 88 anos, sobrevivente do HOLOCAUSTO

O Ministério da Saúde anunciou na sexta-feira à noite que um sobrevivente do Holocausto de 88 anos morreu no Hospital Shaare Zedek, em Jerusalém, depois de ser diagnosticado com coronavírus.

A morte é a primeira fatalidade em Israel do novo coronavírus, COVID-19.

O paciente, que sofria de múltiplas e significativas condições preexistentes, chegou ao hospital em estado muito grave há uma semana e foi hospitalizado na enfermaria isolada dedicada a pacientes com coronavírus.

“O paciente foi tratado extensivamente, de forma abrangente e rigorosa pela equipe e foi submetido à RCP durante a semana como resultado de insuficiência cardíaca”, afirmou o hospital na noite de sexta-feira. “Nas últimas horas, seu estado se deteriorou e ele faleceu cerca de uma hora atrás.”

Aos 88 anos, nomeado sábado como Aryeh Even, foi o 45º caso confirmado de coronavírus em Israel. Ele veio de uma casa de repouso em Jerusalém e provavelmente foi infectado depois de estar nas proximidades de uma assistente social na casa de repouso que contraiu o vírus de um turista francês.

O gerente da casa de repouso ficou isolado e outros ocupantes e trabalhadores da casa também contraíram o vírus.

Na tarde de sexta-feira, o Ministério da Saúde confirmou que o número de casos de coronavírus em Israel havia atingido 705, dez dos quais estão em estado grave.

Outros 18 pacientes estão em condições moderadas e 662 estão em condições leves.

%d blogueiros gostam disto: