Atenção Siga-nos no Instagram SIGA-NOS

EUAGeralNotícias

Bernie articula visão de pesadelo para o Oriente Médio: EUA devem apoiar o Hamas e Teerã

3 Mins read

Tradução de Jewish Press

Abaixo, anexei uma transcrição da aparição da senador Bernie Sanders em 18 de fevereiro na prefeitura da CNN.

É um bom exemplo de pensamento esquerdista sobre a realidade no Oriente Médio que está tão atolado na década de 1970 que seria necessário uma força tão grande quanto Yoko Ono para quebrá-la. Ponto por ponto, Sanders revela sua profunda ignorância sobre uma região que sofreu mudanças de tirar o fôlego na última década – mas essas mudanças, infelizmente, não causaram nenhuma impressão na consciência de Bernie. E depois há a velha linha esquerda de Bernie sobre o envolvimento do Estado judeu em tudo isso: tudo começou quando Israel retaliou. É um clássico

Ah, e ele faz com que tudo deslize bem no forno com um agente encurtador grosso que ele chama de “como alguém judeu”.

Sabemos que você é judeu, Bernie, simplesmente não sabemos por que Deus fez isso conosco.

Então, aqui estão as citações completas, cortesia da People for Bernie, em resposta a uma pergunta do filho de Yordim israelense sobre as relações EUA-Israel sob a Administração Sanders. Bernie disse:

“Ser pelo povo de Israel e ser pela paz no Oriente Médio não significa que temos que apoiar governos racistas de direita que existem atualmente em Israel”.

Esse é um argumento repetido de Sanders, que ainda está para ser contestado: os EUA devem negar seu apoio aos governos que consideram de direita e racistas? Essa é a doutrina do Presidente Sanders? O governo Sanders revogaria seu contrato de ajuda militar de 10 anos e US $ 38 bilhões com Israel, assinado pelo último democrata na Casa Branca, que muitos de nós acreditamos ser anti-Israel?

Obviamente, isso não pode ser feito, porque esse pacote de ajuda específico está ancorado na legislação do Congresso, que levaria a maioria nas duas casas para desmontar. Mas Bernie, logo de cara, anuncia sua intenção de entrar em guerra contra o governo de Israel, caso seja liderado, mais uma vez, pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu ou por alguém como ele.

Bom saber.

“E deixe-me contar uma coisa também, e sinto-me fortemente sobre isso, como alguém judeu e sabendo o quanto nosso povo sofreu ao longo dos anos …”

Essa linha, pessoal, é retirada diretamente do manual de propaganda da OLP sobre os judeus que sobreviveram ao holocausto na Europa, apenas para voltar para casa em Israel e começar a atormentar o “povo indígena”. Como os judeus sofreram no passado, segue essa lógica profundamente anti-semita, então todo sofrimento sofrido por seus vizinhos árabes é, por padrão, culpa dos judeus. Não há outros fatores: regimes tirânicos, gangues terroristas que usurpam os centavos suados da população trabalhadora, tribalismo, analfabetismo, violência árabe sobre árabe, domínio de mulheres – nada disso chama a atenção de Bernie. Confie nele, como judeu, quando ele lhe disser: são os judeus.

“Veja o que está acontecendo em Gaza no momento. Você tem 70% de desemprego juvenil, sabe que as pessoas nem conseguem sair da área. ”

Mais uma vez, uma dificuldade árabe sem uma causa. Bernie não sabe nada sobre o fato de Israel, em 2006, ter arrancado 8.000 colonos judeus em um movimento unilateral para fora da Faixa de Gaza – um movimento que foi seguido, previsivelmente, por dezenas de milhares de foguetes lançados em centros populacionais civis em Israel, completos com túneis terroristas e balões explosivos que continuam aterrorizando os mesmos civis até hoje. É por isso que Gaza está paralisada. E as pessoas não podem sair da área porque o governo do Hamas não as deixa, a menos que paguem mais de US $ 5,00 per capita pelo direito de atravessar para o Egito.

Bernie sabe que seu público é formado por americanos parcialmente instruídos, cujo conhecimento do mundo ao seu redor é limitado. Ele não precisa se preocupar em ser desafiado por sua audiência. Talvez Mike Bloomberg – um verdadeiro amigo de Israel – lhe dê uma corrida pelo seu dinheiro (trocadilho não intencional) quando eles se encontrarem no próximo debate. Pode-se esperar.

“O que a política externa americana tem a ver no Oriente Médio, aproximando os israelenses dos palestinos sob a bandeira da justiça”.

OK, admito, não tenho ideia do que ele quer dizer. A bandeira da justiça é a última coisa em que você deseja estar se seu objetivo é alcançar uma medida de modus vivendi para árabes e judeus. Você realmente não quer que as duas partes comecem a expor suas queixas sobre as injustiças do passado, porque nós aqui em Israel temos uma trilha sangrenta de homens, mulheres, crianças e bebês mortos que foram assassinados por nenhuma outra razão além de serem judeus . Vamos ver você descobrir justiça para este, companheiro judeu Bernie.

“Nós poderíamos fazer isso, temos a riqueza para fazê-lo. Não pode ser simplesmente aquele que somos apenas pró-Israel e ignoramos as necessidades do povo palestino. ”

Related posts
GeralIrãNotícias

Fotos de satélite mostram construção na usina nuclear de Natanz, no Irã

1 Mins read
O Irã começou a construção de sua instalação nuclear de Natanz, mostram imagens de satélite divulgadas na quarta-feira, assim que a agência… Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Eleições IsraelensesGeralIsrael

De acordo com a última pesquisa, Bennett será o próximo primeiro-ministro de Israel

1 Mins read
À medida que o tempo passa e a crise do Coronavírus pesa mais a cada dia sobre o governo e o público… Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
CoronaVirusEconomiaIsraelNotícias

Novo lockdown vai custa prejuízo de 35 bilhões para a economia Israelense!

1 Mins read
A redução da atividade econômica como parte de um bloqueio mais rígido deve custar a Israel cerca de NIS 35 bilhões (mais… Compartilhe isso:TwitterFacebookCurtir isso:Curtir Carregando...
Power your team with InHype

Add some text to explain benefits of subscripton on your services.

%d blogueiros gostam disto: